Feeds:
Posts
Comentários

Eu sou adepto da fotografia 100% RAW já a algum tempo e o faço de maneira tão automática que nem sei pensar em uma foto sem ser desta maneira.

A lista de vantagens é enorme, mas as vezes fica difícil explicar para quem está iniciando na fotografia estas vantagens de uma forma simples e fácil de ser entendida.

A alguns dias atrás, fazendo algumas fotos me deparei com uma situação que exemplifica de maneira simples uma das muitas vantagens de se fotografar em RAW.

A cena que eu queria fotografar incluía áreas de sombra mais ou menos profunda e também grandes áreas brancas expostas ao sol que estava praticamente a pino.

Apenas olhando já era evidente que o sensor da câmera não teria latitude suficiente para cobrir desde a parte escura até a mais clara, mantendo os detalhes em ambos os lados do histograma. Sabendo disso, fotometrei de forma a conseguir bons detalhes na área mais escura, deixando que os brancos estourassem. O resultado, convertido sem nenhuma edição, ou seja, praticamente igual ao que seria se tivessemos feito um JPG diretamente da camera, é este:

A parte inferior, que estava na sombra, ficou exposta de forma satisfatória, enquanto que os brancos ficaram totalmente superexpostos a ponto de se perder totalmente a definição nos “cisnes” a direita da foto, que assim parecem uma massa branca sólida. O restante também ficou excessivamente claro, sendo que até o céu perdeu seu azul característico.

Caso estivéssemos fotografando em JPG, este seria provavelmente um dos resultados finais possíveis. Mesmo a pós edição não iria conseguir reverter o estouro dos brancos, já que ali já não existe mais nenhuma informação de cor. A outra opção seria diminuir a exposição para um ponto médio. Neste caso provavelmente teríamos menos estouros no branco, mas também deixariamos a parte inferior subexposta e provavelmente sem detalhes.

Mas como a foto foi feita em RAW, foi possível recuperar as altas luzes sem que perdessemos a informação na área de sombras. Com um pouco de edição de contraste, chegamos ao seguinte resultado:

Esta é uma das vantagens da fotografia em RAW, podermos fotografar expondo à direita para conseguirmos mais detalhes (e também reduzirmos o ruído) na área de sombras, recuperando posteriormente as altas luzes e ganhando, de quebra, uma faixa dinâmica maior.

 

Anúncios

Para primeiro post, uma imagem colorida